Viciado em Qlik

Já faz algum tempo que esse vicio toma conta de mim. Já fazem 8 anos . Posso dizer que ele é benéfico (em geral o vicío sempre é negativo).

A primeira vez que provei, eu disse “Uau isso não existe ! Como pode ser tão simples”.

Todos que provaram, também gostaram.

Mas tem um jeito certo de usar, senão ele pode ser virar contra você e nem todos estão preparados para usá-lo.

Alguns se revoltam, acham que ele custa muito caro, por que não traz resultado e vão provar dos outros, mas ai eles se dão conta que não poderiam viver sem ele e voltam a usá-lo.

Talvez não o utilizem na mesma dosage de antes. Mais reduzida talvez, mas seguem usando por que mesmo em doses menores, traz beneficios.

Qlikview é uma “droga”, vicia. E o Qlik Sense é igual.

Faz com que você esqueça o tempo passar para criar aquela visualização bacana que seu chefe/cliente pediu.

Você resolve problemas de análise e consolidação de dados numa velocidade incrível.

Você “viaja” nas inúmeras possibilidades de tratamento de dados que o script possibilita.

Sua companheira reclama toda a vez que você não dá atenção pra ela por causa do tal do “quick sei lá o que”.

Nos grupos de whats e qlik community  vejo muito publicação a noite e fim de semana. Pessoal deixa de ter vida social por causa dele.

Alguns demonstram publicamente (como eu), outros se encondem na sombra (clique aqui para ver o vídeo do depoimento).

Tem tratamento ? Felizmente não tem e como não tem contra indicações você pode utilizar a vontade.

Você ganha mais produtividade. Talvez ganhe uma promoção lá na frente. (Um amigo já me agredeceu por isso)

Sua empresa pode se tornar mais rentável pois com ele você toma decisões baseadas em dados  e não mais no “achômetro”.

Recomendo que você se junte a outros que também estão “viciados” em Qlik e se reúnam em grupos de usuários para trocar idéias, e talvez alguns qvfs, qvws, e qvds. Isso vai te fazer bem.

Busque apoio também pelo meu Blog ou fórum da comunidade Qlik ou grupos de whatsapp ou telegram.

Estamos ai para ajudar !

 

 

 

 

Comments

    1. Post
      Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *